Deslizamento de terra mata 31 no Leste do Uganda

Pelo menos 31 pessoas morreram quando uma enchente provocada por um deslizamento de terra varreu detritos uma cidade no Leste do Uganda, destruindo casas e enterrando animais, disse uma autoridade do governo nesta Sexta-feira.

O deslizamento de terra, que se seguiu a chuvas fortes, atingiu Bukalasi, situado nas encostas do Monte Elgon, na tarde de Quinta-feira. “A maioria das pessoas foi apanhada no mercado, o deslizamento de terra empurrou pedras enormes num rio que transbordou e a água varreu as pessoas”, disse o comissário de Preparação e Gestão de Desastres, Martin Owor. Uma foto postada no Twitter pela Cruz Vermelha do Uganda mostrou árvores arrancadas e torcidas. A agência de ajuda disse que “os animais e as pessoas foram varridos neste desastre”. As equipas de socorro vasculharam a área para procurar e resgatar sobreviventes, disse Owor. “Há pessoas que foram deslocadas e precisam de abrigo, comida e todos os outros apoios e estamos a levar esse alívio para a área”, disse ele.

A estação chuvosa naquela parte do Uganda, a cerca de 250 quilómetros da capital Kampala e perto da fronteira com o Quénia, vai de Setembro a Dezembro. Uma avalanche na mesma área em 2010 matou pelo menos 80 pessoas. Grandes faixas nas encostas das montanhas do Uganda foram despidas de suas florestas e outras coberturas vegetais para terras cultiváveis, aumentando o risco de deslizamentos de terra. As autoridades disseram anteriormente que havia planos para afastar as pessoas de algumas das áreas mais vulneráveis, mas essas realocações ainda precisam ser realizadas. Muitas das regiões montanhosas do país do Leste Africano, incluindo áreas no sudoeste e oeste perto das fronteiras com o Ruanda e RDC, muitas vezes experimentam deslizamentos de terra nesta época do ano, se as chuvas são extraordinariamente pesadas.