loader

Angola Cables participa desde hoje no maior evento de inovação tecnológica

Com a entrada em operação do SACS, a multinacional angolana Angola Cables ganhou protagonismo no mapa mundial das telecomunicações, por construir o primeiro-cabo de dados entre África e América do Sul. O SACS será um dos destaques na 20ª edição da Futurecom, a mais relevante montra do sector a nível da América Latina

Texto de: Borges Figueira

A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, participa desde hoje (Segunda- feira) na 20ª edição da Futurecom, o maior evento de Tecnologia e Telecomunicações da América Latina, a ter lugar no Estado de São Paulo, Brasil, cuja duração será de três dias, e vai contar com as maiores empresas de tecnologia e telecomunicações do mundo, segundo informou o seu PCE, António Nunes.

De acordo com o responsável, o SACS trouxe um salto gigantesco na conectividade transatlântica e terá um impacto profundo na conectividade digital global, ao mesmo tempo que se espera acelerar a actividade comercial nos sectores de TIC e estimular as economias emergentes na América Latina e em África.

Para António Nunes, Angola Cables destaca-se entre os demais participantes devido à importância dos seus circuitos no mapa mundial das telecomunicações, com destaque para o SACS, o primeiro sistema de cabos submarinos de fibra óptica que liga directamente África e a América no Hemisfério Sul, uma rota alternativa para o tráfego entre os continentes americano e asiático, e conjuntamente com o WACS, uma alternativa para a conectividade entre a Europa e a América do Sul.

“Todos estes factores fazem da Angola Cables um actor importante na conectividade global, tanto em África, quanto na América, daí a importância reconhecida nos eventos internacionais do sector”, disse. O SACS é detido e gerido em 100% pela Angola Cables, concebido com uma tecnologia WDM coerente de 100 Gbps numa solução de ponta a ponta.

Com 4 pares de fibra, oferece uma capacidade total de projecto de 40 Terabytes por segundo entre Luanda e Fortaleza (Brasil). Sobre a Angola Cables Angola Cables é uma multinacional angolana de telecomunicações fundada em 2009 que opera no mercado de grossista, cujo negócio principal é a comercialização de capacidade em circuitos internacionais de voz e dados através de sistemas de cabos submarinos de fibra óptica.

É um dos maiores accionistas do WACS (Sistema de Cabos Submarinos da Costa Ocidental Africana), que liga a África do Sul a Londres, fornecendo serviços de nível de operador a operadores em Angola e na região subsariana, tornando- se assim um dos maiores fornecedores de IP na região.

Os seus principais projectos – SACS e Monet – interligam três continentes: América do Sul, América do Norte e África, bem como o Datacenter de Fortaleza, uma instalação de Nível III que irá interligar os seus sistemas de cabo, criando uma rede altamente conectada. Hoje a empresa já opera um datacenter em Angola, e o Angonap.-

Últimas Notícias