loader

Encerramento do parque de estacionamento gera protestos no IMETRO

Face aos protestos, de seguida, a direcção da IMETRO decidiu recuar na decisão e autorizou a reabertura do parque.

Os estudantes do Instituto Superior Politécnico Metropolitano de Angola (IMETRO) protestaram ontem contra o encerramento, desde o passado mês de Agosto, do único parque de estacionamento daquela instituição privada de ensino. De acordo com o presidente da Associação dos Estudantes, Micheia de Luís, antes do seu encerramento não houve, por parte da instituição, nenhuma comunicação prévia à comunidade académica que foi forçada a passar a estacionar as suas viaturas em locais distantes e perigosos. Em consequência disso, Micheia de Luís fez saber que muitos alunos já foram assaltados e não houve, por parte da direcção daquela instituição de ensino superior, nenhuma sensibilidade. No entanto, depois de negociações infrutíferas, ontem, os estudantes decidiram protestar defronte da instituição, o que resultou na paralisação das aulas durante largas horas.

Face aos protestos, de seguida, a direcção da IMETRO decidiu recuar na decisão e autorizou a reabertura do parque. Para além do parque de estacionamento, Micheia de Luís fez saber que a instituição enfrenta ainda outras dificuldades, pelo que a sua associação vai continuar a apelar à sensibilidade da direcção. Dentre os vários problemas que o responsável apontou constam a falta de estágios, insuficiências de laboratórios e de rampas paras os estudantes com deficiência. “As políticas que o IMETRO usa não são boas. Enquanto não forem resolvidos todos os problemas, a associação vai continuar a lutar pelos seus direitos. Ao longo do tempo já foram abertos alguns sectores por via de manifestações feitas pelos estudantes. Outras vezes tentamos contactar a direcção do instituto, mas sem sucesso”, finalizou.

Últimas Notícias