Haddad aproxima-se de Bolsonaro mas ainda está longe de ganhar

A nova sondagem do Ibope demonstra uma ligeira subida de Haddad, mas continua a dar a vitória de Bolsonaro como cenário mais provável. Rejeição a Haddad é a maior.

A sondagem mais recente do Ibope continua a dar uma vitória de Jair Bolsonaro, mas demonstra uma aproximação da intenção de votos entre o candidato do Partido Social Liberal (PSL) e o homem do Partido dos Trabalhadores (PT), Fernando Haddad.

A sondagem publicada Terçafeira à noite prevê um total de 57% dos votos válidos em Bolsonaro e 43% em Haddad na segunda volta, cuja votação está agendada para este Domingo, 28 de Setembro. Desta forma, os dois candidatos estão separados por 14%. A sondagem divulgada pelo Ibope Terça-feira difere da anterior, publicada a 15 de Outubro, em que Bolsonaro tinha 59% e Haddad 41%. A confirmar uma tendência já confirmada por outras sondagens, e ao contrário daquilo que foi visto ao longo das sondagens que foram feitas antes da primeira volta, Haddad é o candidato com maior taxa de rejeição.

Ao todo, 41% dos inquiridos responderam na que não votaria nele “de jeito nenhum”. 40% disseram o mesmo em relação a Bolsonaro. Também a certeza no voto em Bolsonaro é maior do que em Haddad. Para o candidato do PSL, 37% dos eleitores disseram que iam “com certeza” votar nele. Quando a Haddad, a mesma resposta só foi dada por 31% dos entrevistados.