Candidato à liderança da JURA defende lei sobre direitos e deveres dos jovens

Agostinho Kamuango fez abertura da sua campanha eleitoral na última Sexta-feira, 19, com o lema “Juntos por uma JURA mais unida, mais forte e mais actuante para a vitória”.

O candidato à liderança da JURA Custódio Agostinho Kamuango Lopes assegurou que caso vença as eleições pretende lutar pela aprovação de uma lei que possa defender os direitos e deveres desta franja da sociedade. Em declarações a este jornal, Agostinho Kamuango, referiu ainda que vai trabalhar de modo a encontrar caminhos para solucionar os problemas da juventude, procurar consensos para que a comemoração do dia da juventude corresponda a todas as franjas da juventude angolana, bem como uma maior interacção com outras organizações juvenis.

“Queremos nos tornar na vanguarda da juventude angolana”, disse. Agostinho Kamuango fez abertura da sua campanha eleitoral na última Sexta-feira, 19, sob o lema “Juntos por uma JURA mais unida, mais forte e mais actuante para a vitória”. O destacado pelo sorteio como número 5 no boletim de voto, declarou que as suas linhas de força se cingem na unidade, dinamismo e acção. Pretende percorrer por todas as províncias nestes poucos dias que restam para o IV congresso.

Apoios

O aspirante a lider manifestou que sente alguma proximidade, simpatia e solidariedade por parte de vários estratos da juventude angolana e conta também com o apoio da JURA a nível do país. Agostinho Kamahungo, de 35 anos de idade, é licenciado em gestão de empresas pela Universidade Tecnica de Angola (UTANGA). Refira-se que os oitos membros que formalizaram as suas pré-candidaturas foram habilitados a concorrer ao cargo de secretário-geral da Juventude Unida e Revolucionária de Angola (JURA) no IV Congresso Ordinário.