Cinemax chega ao Huambo em Novembro

Serão inauguradas três salas de cinema, com 450 lugares, com projecção digital 3D e som de ultima geração que irá entreter a população desta região do país.

A rede de cinemas em Angola denominada Cinemax inaugura em Novembro, na província do Huambo, três salas de cinema com 450 lugares, inserida no Xiami Shopping. As salas de cinema, inauguradas com vista a entreter a população nesta região do país, terão projecção digital 3D e som de ultima geração. Em entrevista a OPAÍS, o director executivo do Cinemax, Michel Ferreira, sem avançar data, referiu que o facto de liderarem o mercado nacional. Para o único exibidor de cinema fora da capital do país, depois de Benguela e Huíla, eis chegado o momento de brindar a população do Huambo com as referidas salas de cinema, que primam pela mesma qualidade das demais existentes. “É uma grande notícia para os habitantes do Huambo e das comunidades ao redor, porque vão ter um cinema novo e moderno, de modo a proporcionar-lhes momentos de lazer. Achamos ser importante que o cinema não fique apenas na zona de Luanda”, observou Michel Ferreira.

Salas inauguradas

Com a inauguração destas salas de cinema contam-se já 37 inauguradas pela Cinemax, nas províncias de Luanda, Benguela, Huíla e agora Huambo. Michel Ferreira realçou que o objectivo é continuar a crescer, de chegar mais próximo dos clientes e fazer com que o cinema seja a primeira opção de lazer para os cidadãos. “Depois de Luanda, fomos até Benguela em 2014. Em menos de quatro anos temos cinco cinemas e vamos abrir o sexto. É nossa intenção somar, obviamente, sempre com uma perspectiva económica”, enfatizou.

Selecção dos filmes

O director executivo disse que a selecção dos filmes tem sido positiva, facto constatado através da procura por parte dos espectadores. Pelo facto de serem uma cadeia comercial, realçou que os filmes exibidos são também comerciais. E por serem tambem líderes no mercado, considerou que isso acarreta muitas responsabilidades. “Acreditamos que as pessoas vão conhecendo o cinema, veem, gostam, sentem a qualidade, motivo por que somos frequentemente visitados. A responsabilidade passa por fazer o cinema com qualidade, por se tratar de um produto cultural”, considerou.

Venda de bilhetes

Michel Ferreira avançou que até ao final do ano em curso, com base nas vendas e solicitações o Cinemax prevê a venda de cerca de um milhão e 500 mil bilhetes. Segundo o responsável, “este número é muito bom e acreditamos que podemos fazer melhor. Tudo depende no nosso trabalho, em conseguirmos mostrar aos nossos clientes cada vez mais que, de facto, temos um produto de qualidade, a preços que achamos competitivos”, considerou.

Filmes infantis

É da preocupação do Cinemax exibir filmes infantis, por considerar as crianças parte importante do mercado. As obras são exibidas aos Sábados e Domingos. Em Novembro arranca mais uma edição do “Festival de Cinema Infantil”. O director executivo realçou que até ao final do ano serão exibidos, em todas as salas, no período diurno, filmes para os mais pequenos. “É uma aposta forte. Isso mostra a importância das crianças na quota-parte dos nossos clientes. Elas vão com os pais e saem todas contentes. O cinema é cultura e achamos que desde cedo elas passam a ter contacto com esta realidade”, julgou.

Filmes nacionais

Quanto aos filmes produzidos no país, pelos realizadores nacionais, Michel Ferreira deu a conhecer que estão abertos para a exibição dos mesmos, tenho realçado a necessidade de apresentarem conteúdo e qualidade , para que passam passar nas telas das salas. Michel Ferreira disse ser um dos objectivos do Cinemax exibir cada vez mais filmes produzidos no país, por realizadores locais, de modos a incentivar a indústria. “Estamos em Angola e trabalhamos para os angolanos. Acreditamos que eles querem também ver filmes produzidos cá, com actores angolanos, mas acontece que estamos pendentes dos filmes produzidos”, frisou.