Henrique Artes homenageia ex-militares com novo espetáculo LAASP

texto escrito por Flávio Ferrão, director do colectivo narra os acontecimentos vividos por integrantes dos Corvos ao Imbondeiro antes e após a proclamação da Independência Nacional, quando as extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA) enfrentaram um novo tipo de guerra face aos seus oponentes poderosos.

A peça conta com a colaboração de militares desmobilizados, que convivem com o público, a quem transmitem a sua vivência e experiência de guerra. Do elenco fazem parte Adilson Vunge (interpretando Sambuka), Ailton Silvério (Kaley), André Filho (Mais Antigo), Benjamim Ferrão (Sangue Frio), Francisco Júnior (Faísca), Indira Contreiras (Mãe de Sambuka), José Maria Fernandes (Instrutor Cangonha) e Leandro Alfredo (Metralha). Completam o elenco, Sonfonias Vaz (Coelho), Raul Lourenço (Instruendo 2), Samuel Viegas (Instruendo 1), Tito Soares (Gringo) e Walter Gomes (Bala na Câmara).

O grupo com 18 anos de actividade, foi fundado a 26 de Outubro de 2000, por estudantes do ensino Pré-universitário e tem no seu repertório as peças “Hotel Komarka” , “A Órfã do Rei”, entre outras.