FAB organiza quinta janela sem “engajar” o Executivo

A cidade de Luanda, capital angolana, acolhe no dia 30 do corrente mês a última janela de apuramento ao Mundial da China 2019, mas não contará com o apoio financeiro do Ministério da Juventude e Desportos.

A ministra da Juventude e Desportos (Minjude), Ana Paula Sacramento, confirmou ontem a realização, no país, da quinta janela de Apuramento ao Mundial da China 2019. A prova, que se realiza de 30 a 2 de Dezembro em Luanda, contará somente com o apoio institucional do Minjude, segundo a responsável.

A materialização do certame em solo angolano, cujas equipas estão no grupo E, contará com alguns patrocinadores. Por esta razão, as despesas de alojamento e outras afins estão garantidas, de acordo com Ana Paula Sacramento. Por sua vez, o secretário-geral da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Nelson Sardinha, elogiou a decisão daquele órgão. “Estamos felizes, porque é uma janela que pode garantir o apuramento da Selecção Nacional sénior masculina da ‘bola ao cesto’ ao Mundial da China”, disse.

O dirigente desportivo frisou que os pupilos de William Voigt precisam de uma vitória para garantir presença na 18ª edição do Campeonato do Mundo. Tunísia, já apurada, Camarões e Tchad figuram no grupo da Selecção Nacional. Na penúltima janela realizada na Tunísia, Angola falhou o apuramento após perder com a Tunísia por 64-84. O cinco nacional, com muitos problemas técnicos e administrativos, chegou ao palco da competição sem muita motivação. Na altura, o técnico William Voigt estava ausente e orientava a equipa à distância, o seu adjunto, José Carlos Guimarães, por ser várias vezes abandalhado, colocou o cargo à disposição.