Sérgio Moro se diz ‘honrado’ com convite de Bolsonaro para compor Governo

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato e pela condenação do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse estar “honrado” pelo interesse do Presidente eleito, Jair Bolsonaro, em tê-lo no seu Governo, e disse que avaliará a proposta quando for formalizada.

“Sobre a menção pública pelo Sr. Presidente eleito ao meu nome para compor o Supremo Tribunal Federal quando houver vaga ou para ser indicado para Ministro da Justiça em sua gestão, apenas tenho a dizer publicamente que fico honrado”, afirmou o juiz de Curitiba numa breve nota.

“Caso efectivado oportunamente o convite, será objecto de ponderada discussão e reflexão”, acrescentou. No dia seguinte a sua vitória na segunda volta das eleições, Bolsonaro afirmou que gostaria de contar com Moro na sua gestão.

Admirado por muitos brasileiros que veem nele um ferrenho lutador contra a corrupção, Moro tornouse uma celebridade ao conduzir a Operação Lava Jato, que revelou um enorme esquema de subornos a políticos para obter contratos na Petrobras. Em Abril, o juiz ordenou a prisão de Lula após tê-lo condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.