TAAG com 12 ligações semanais para Portugal na quadra festiva

Em resposta ao aumento da procura que se regista no período da quadra festiva, a Companhia de bandeira nacional – TAAG vai reforçar as principais rotas, nos meses de Dezembro e Janeiro. Portugal e África do Sul vão ter mais ligações.

Quando se aproximam as festas de Natal e de Ano Novo, cresce o movimento de passageiros no mundo. E em Angola o quadro não é diferente. Por isso, a TAAG trabalha para que nenhum passageiro fique em terra por falta de lugar, reforçando as principais rotas operadas pela companhia. Na rota Internacional mais procurada, vôos com destino a Portugal, a TAAG irá operar 12 voos- extra Luanda – Porto-Luanda, isso de 15, a 21 de Dezembro de 2018, e de 4 a 8 de Janeiro de 2019, além dos três vôos semanais para o Porto e 14 para Lisboa. Segundo o director Comercial da TAAG, Manuel Calçadas, o objectivo é dar resposta à demanda que, por estas alturas, tende a ser maior, uma vez que há angolanos e portugueses que se deslocam de um país para o outro.

“Pretendemos satisfazer os nossos clientes. E é isso que procuramos fazer sempre. Agora no período festivo não será diferente”, assegurou. Com estes reforços, a TAAG dá resposta à procura adicional originada maioritáriamente pelo Mercado Corporate e proporciona condições especiais aos angolanos e estrangeiros que desejem vir passar a época festiva junto da família e amigos ou simplesmente vir conhecer Angola em turismo. O reforço das ligações contempla também as rotas regionais, concretamente para a África do Sul. Neste sentido, prosseguiu Manuel Calçadas, “ a TAAG responde à procura adicional, programando vôos diários para Cape Town, de 01 de Dezembro de 2018 a 15 de Janeiro de 2019, fazendo um total de sete.

Findo este período regressa às 4 frequências semanais”, explica o alto funcionário da Companhia Aérea de Bandeira. No período de Janeiro a Setembro de 2018 o tráfego da TAAG teve variações positivas no tráfego transportado em termos dos meses homólogos, verificámos um crescimento no número de passageiros transportados em todas as regiões, com maior impacto ao nível Regional. Em relação às ligações domésticas (de Luanda para outras províncias do país) cresceram 13%, a Internacional (intercontinental 6%), ao passo que a regional (ligações para países africanos) teve um crescimento na ordem de 17%, comparativamente ao período homólogo de 2017. Entretanto, não entra em mais pormenores. Importa referir que a TAAG, uma das empresas públicas do sector dos transportes, está a viver um período de alterações que visam a sua maior rentabilização. O processo levou o Presidente da República a nomear, em Setembro último, uma nova administração para aquela empresa, que passou a ter um Presidente do Conselho de Administração e outro da Comissão Executiva.