Público indignado com comportamento do músico Matias Damásio no “Show do Mês”

As razões prendem-se com o facto de o músico ter destratado o mestre de cerimónia do evento (Salu Gonçalves) e não ter comparecido no 2º concerto, inserido no projecto musical “Show do Mês”, que o tinha como cabeça de cartaz nos 2 e 3, e 4 (show extra)

O músico compareceu e actuou no primeiro concerto agendado. Todavia, manifestou o seu descontentamento ao se ter apercebido que o apresentador do evento era Salu Gonçalves. Na ocasião, disse que se soubesse quem faria as honras da casa para o seu concerto não haveria de comparecer, mas prosseguiu e fez o seu concerto.

Entretanto, no final do concerto a direcção da Nova Energia (produtora do evento), convocou o artista e os seus agentes chamandoos à atenção pela indelicadeza do cantor para com o público e o apresentador em particular. E eis que o artista informou que não compareceria no dia seguinte caso mantivessem o apresentador do evento. Tentativas foram feitas ao longo do segundo dia para o artista mudar de opinião, sendo que Salu Gonçalves é parte integrante da produção desde o início do projecto em 2014, sem um único registo de falha, mesmo por altura em que estava a cumprir missão de trabalho na província do Cuanza-Sul como director da rádio local.

Porém, assim não aconteceu e o artista fez vincar a sua palavra não comparecendo ao concerto, que tem a marca já registada como sendo o único que pontualmente começa às 21 horas, para o desagrado dos fãs que preencheram os mais de 600 lugares do auditório do Royal Plaza. Razões Até ao presente momento não se sabe as razões de facto da suposta desavença entre Matias Damásio e Salu Gonçalves, sendo que este, no recinto do espectáculo, tomou a palavra e garantiu não ter tido de desavença com o cidadão Matias Damásio.

“Não tenho qualquer desavença com o cidadão Matias Damásio. Não como às suas custas, nunca foi a casa dele. Sou jornalista, um comunicador há 34 anos, desde que sou quadro da RNA. Já critiquei e vou continuar a criticar sempre que necessário for. Se fui eu o motivo disto, peço as minhas desculpas”, ressaltou o apresentador, visivelmente emocionado. Por outro lado, sabe-se que Matias Damásio anda às “zangas” com Salu Gonçalves, por este ter apresentado em primeira mão, por via do seu programa “Fala Angola”, emitido pela TV Zimbo, o rapaz Mário Kamate, vindo de Lisboa com a informação segundo a qual a família do músico o pôs em sessão de exorcismo por ele ser “feiticeiro”, sob orientação do artista.

Reacções As redes sociais foram o principal “palco” para discussão e análise da situação em causa, tendo-se a maior parte dos internautas manifestado indignada e agastada com a situação, pois o artista devia separar o pessoal do profissional, por respeito para com o público. “A educação começa em casa… Sempre disse que a grande diferença entre esse grande artista (independentemente da situação é isso que ele é) e um outro grande artista, como o Anselmo Ralph é a Educação….

Você pode ser grande, mas sem educação você é nada”, escreveu o internauta Denivaldo de Lemos. “Independente de qualquer querela que eventualmente exista entre as partes, a atitude do artista mostrou falta de respeito por quem se deslocou de suas casas para o ver. Não pesou o facto de que muitos, inclusive, saíram de longe para lá estar a fim de ver o show e levar com tamanho balde de água fria?”, questionou Ana Imperial. Por sua vez, Eli do Carmo ironizou nos termos de uma canção do artista “Alô família não quero discutir com ninguém, só vim informar que não quero reembolso. Alô amigos não quero discutir com ninguém, só vim informar que o meu humilde dinheiro vai ajudar cobrir o grande prejuízo causado pelo Matias Damásio”.

Reembolso

Yuri Simão, o responsável da produtora, garantiu que a esta vai reembolsar todos os “showistas” num prazo de 15 dias. Os locais e as formas como se deverá processar, brevemente serão anunciados. Informou ainda que o próximo concerto, para encerramento da temporada, está marcado para os dias 7 e 8 de Dezembro. Saliente-se que é a primeira vez em cinco que situação dessa natureza, acontece.