Vice-presidente avalia situação social da população do Curoca

O vice-presidente da República, Bornito de Sousa, está desde ontem, Terça-feira (6) a cumprir uma visita de trabalho de 48 horas ao município do Curoca, província do Cunene Nessa deslocação, além de visitar empreendimentos sócio-económicos, Bornito de Sousa e a sua comitiva vão constatar o quadro social resultante da seca severa que afecta a população desde 2011.

Na localidade, Bornito de Sousa encontrou-se com o governador da província do Cunene, Virgílio Tyova, bem como com representantes do poder local e de comunidades representativas do município.

Nessa jornada de trabalho, acompanham o vice-presidente representantes dos Departamentos Ministeriais da Administração do Território e da Reforma do Estado, Agricultura e Florestas, Construção e Obras Públicas, Ordenamento do Território e Habitação, Energia e Águas, Saúde, Educação, Cultura, e Acção Social, Família e Promoção da Mulher.

Nesta altura, a municipalização da acção social chegou já ao Curoca para prestar apoio às pessoas vulneráveis, de acordo com a directora do gabinete local da Acção Social, Família e Promoção da Mulher no Cunene, Julinda Dionísia. Acrescenta que até ao momento foram já cadastradas cerca de 290 pessoas, no âmbito do levantamento feito sobre as famílias vulneráveis, que serão beneficiadas no âmbito do Sistema Integrado de Gestão da Acção Social (SIGAS) criado para o efeito.

O município do Curoca situa-se a 333 quilómetros da sede da província do Cunene. Tem potencial agrícola e pastoril, mas enfrenta grandes dificuldades devido à seca severa que afecta as populações desde 2011.