Distinção: Nicolas Mathieu vence Goncourt

Ao segundo romance, Leurs Enfants Après Eux, o escritor Nicolas Mathieu (1978) foi o preferido dos jurados do Prémio Goncourt, tendo vencido os restantes livros que chegaram à final: Frère d”âme de David Diop, Maîtres et esclaves de Paul Greveillac e L’Hiver du mécontentement de Thomas B. Reverdy. Como sempre, o anúncio foi feito no restaurante parisiense Drouant.

O nome de Mathieu surpreendeu pois não estava entre os favoritos desta edição. Segundo a crítica francesa, o escritor conta no seu romance uma história dividida em quatro verões, sempre em torno da dificuldade dos adolescentes conseguirem seguir o caminho que sonham, sem reduzir a sua prosa à nostalgia ou miserabilismo.