PR considera aposta no ensino um investimento produtivo

O Presidente da República, João Lourenço, afirmou nesta sexta-feira que a aposta no ensino superior deve ser vista como um investimento produtivo, cujos frutos o país colherá no futuro. João Lourenço falava no Campus Universitário da Universidade Agostinho Neto (UAN), em Camama, Luanda, e sublinhou o facto de esse investimento ser adicionado ao esforço de guindar Angola à altura dos desafios desse século.

Segundo o Chefe de Estado, no âmbito do plano de desenvolvimento das infra-estruturas das instituições do ensino superior públicas, o Governo angolano tem prevista a conclusão faseada do Campus Universitário da UAN.

A intenção é dotar o Campus de oficinas, laboratórios e hospitais universitários, bem como de lares para albergar estudantes mais carenciados e os que residam longe ou provenientes de outras províncias.

Pretende-se com isso propiciar condições adequadas de alojamento e melhor ambiente de estudo.

Quanto à qualidade de ensino, defendeu que é fundamental olhar tanto para a selecção dos estudantes como para as capacidades dos docentes.

Na sua intervenção, João Lourenço fez alusão às bolsas de estudo internas, como meio de apoiar os estudantes mais carenciados. Nesse segmento, traçou como prioridade os cursos ligados às engenharias, saúde e ciências de computação.

Para o Presidente João Lourenço, é indispensável que a classe empresarial dê espaço aos melhores estudantes das universidades públicas e privadas, dando-lhes a possibilidade de realizar estágios e de inserção no mercado de trabalho.

O campus da UAN ocupa um espaço de 20,23 quilómetros quadrados. O plano mestre, desenvolvido em 2000, foi actualizado em 2009.

A primeira fase, já concluída, tem a capacidade de acolher três mil estudantes, que aumentará para 40 mil após a conclusão das restantes fases.

No total, o Campus possui quatro edifícios académicos (com salas de aula, escritórios e laboratórios), biblioteca central, restaurante, centro estudantil e centro de conferências.

A visita do Presidente da República ao Campus Universitário da UAN acontece quatro dias após outra ao Centro de Formação do Cazenga e ao Centro de Formação Tecnológica (CINFOTEC) do Rangel, em Luanda.