Carta do leitor: A Feira das Cidades e Municípios…

Caro director do jornal O PAÍS, saudações. Escrevo a partir da província de Benguela, onde decorre a Feira das Cidades e Municípios. Como é evidente, saúdo uma vez mais a iniciativa do Executivo angolano, bem como dos governos provinciais. Representantes das grandes cidades do país e todos os municípios vão durante três dias expôr as suas potencialidades culturais e turísticas mediante valores materiais e imateriais.

Este encontro torna, cada vez mais, os angolanos e os detentores de cargos públicos unidos por uma mesma causa, o desenvolvimento integrado que se pretende em todo o território nacional. Contudo, espero que o turismo, um ponto de arrecadação de receitas em Angola, seja olhado de forma profissional.

Aliás, na região Austral do continente africano, nossa área, há países que podem cooperar com Angola neste domínio, sem esquecer de alargar as relações de cooperação com os outros Estados. Mas, devo dizer que a África do Sul, a Namíbia, o Botswana e outros têm capacidade e recursos para regularem o nosso turismo. Basta ver.

Quem se desloca para esses países consegue maravilhar-se com a qualidade do turismo. Uma ou outra coisa trava os turistas, por exemplo, a criminalidade na África do Sul, mas, ainda assim recebe anualmente uma cifra que ultrapassa a nossa.

Por outro lado, a transferência de competências do Governo Central para os provínciais vai ajudar, porque Angola é rica turisticamente. Neto Kingombo, Benguela