“Teatro Estático. Fernando Pessoa”, um livro que junta 14 peças e muitos materiais criativos incluindo as suas várias facetas será publicado a 25 de Agosto, pela editora Tinta da China, numa edição de Filipa de Freitas e Patrício Ferrari.

‘Este volume colige 14 peças e muitos materiais inéditos, trazendo para a boca de cena mais uma das prodigiosas facetas criativas de Fernando Pessoa“, afirma a Tinta-da-China em comunicado. A obra faz parte da colecção “Fernando Pessoa”, dirigida por Jerónimo Pizarro, na qual se encontram publicados outros títulos do autor de “Mensagem” com textos inéditos, entre eles, “Como Fernando Pessoa Pode Mudar a sua Vida”, “Álvaro de Campos.

Obra Completa” ou “Eu sou uma Antologia. 136 Autores Fictícios. Fernando Pessoa”. Publicada no primeiro número da revista Orpheu, ‘O Marinheiro’ é a peça mais conhecida de Pessoa, embora não esgote de todo a sua criação teatral”, afirma a editora, realçando que “a dramaturgia ocupou lugar de relevo na ambição pessoa na de ser diverso, e serviu de palco a todos os grandes temas da sua obra”.

No texto de apresentação, Filipa de Freitas e Patrício Ferrari escrevem: “Pessoa teve uma natureza dramatúrgica, mesmo quando esse carácter se revelou pela despersonalização poética, originando mais de uma centena de autores fictícios”.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

Comentários

comentários