Enquanto João Lourenço, cabeça de lista do MPLA às eleições gerais de 23 de Agosto, sensibilizava os comerciantes de dois mercados informais da cidade do Uíge, Ana Dias Lourenço, a sua esposa, tentava convencer centenas de mulheres de diversos estratos sociais desta província.

João Lourenço, realizou ontem, uma campanha de sensibilização ao voto direccionada aos comerciantes dos mercados da Feira e do Candombe Velho, no Uíge, e hoje presidirá um acto de massas, na Praça da Independência, no qual espera-se mais de 150 mil pessoas. Na Feira, João Lourenço caminhou distribuindo pequenos panfletos contendo informações sobre como as pessoas deverão votar em si e no MPLA e dirigirem os destinos do país nos próximos cinco anos.

Algumas das comerciantes não conseguiram conter as emoções e quebraram o protocolo. Uma delas acorreu aos braços do vice-presidente do MPLA para manifestar o seu carinho e assegurar que apostará no seu programa de governo, no dia 23 de Agosto. Com uma vara na mão direita, João Lourenço foi indicando à plateia, em direcção a um panfleto publicitário, como deverá votar no dia das eleições para proporcionar uma vitória expressiva ao MPLA e ao seu candidato.

“No boletim de voto vai aparecer seis candidatos, com as respectivas fotos e bandeiras do partido, mas votar correcto é votar no número quatro”, declarou. De forma a evitar que as pessoas cometam erros, João Lourenço elucidou que devem assinalar cuidadosamente no quadrado que constará no boletim de voto, em direcção ao seu nome, fotografia e a bandeira do MPLA, pois que se o transporem a escolha será considerada nula.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

 

 

Comentários

comentários