O presidente do Conselho de Administração do CFB, Carlos Gomes, morreu esta Quarta-feira, 2, vítima de um acidente de viação, ocorrido no troço Lobito-Benguela.

Segundo informações disponíveis, o antigo director-geral do Porto do Lobito deixava a cidade portuária quando a viatura em que seguia embateu contra um camião no quilómetro 27, de onde foi transportado para o Hospital de Benguela.

Fonte do Hospital Geral de Benguela confidenciou a OPAIS que Carlos Gomes, membro do Comité Central do MPLA, chegou já sem vida à referida instituição. Na morgue, uma das filhas do malogrado disse que a família tomou conhecimento do ocorrido às 16 horas. Abalada, Rita Gomes descreveu a perda do pai nos seguintes termos: “ele foi um amor de pessoa, estou sem palavras para dizer o que quer que seja.

Perdi o mundo”. No local, foi visível o abalo entre parentes, amigos e “camaradas” do partido, com destaque para o governador e primeiro secretário do MPLA, Rui Falcão, e do segundo secretário do mesmo partido, Veríssimo Sapalo, que, consternados, mostraram-se incapazes de prestar declarações à imprensa. Carlos Gomes, de 75 anos, nasceu na província do Huambo e deixa 9 filhos.

Comentários

comentários