Renato Góes de Oliveira é actor brasileiro e interpreta o personagem com o seu nome, na Série “Os dias eram assim” que está ser exibida pela TV Globo e pode ser vista na posição 10 da ZAP. Foi com o protagonista desta trama que OPAÍS conversou em exclusivo via correio electrónico sobre este novo desafio.

Qual é a história do seu personagem, o Renato?

A vida do Renato gira em torno da vida e da história de outras pessoas. Ajudar a família, ajudar em casa, ajudar a mulher que ele conhece e se apaixona e deixar tudo equilibrado, é o que faz Renato sentir-se bem. Ele é uma pessoa muito pacífica. Apaixona-se repentinamente, num momento que não é propício a isso, um momento que não é romântico devido a todos os problemas que estão a acontecer.

E nesse romance, todos os momentos e experiências que vive com Alice, personagem da Sophie Charlotte, parecem uma realidade à parte do momento actual, tendo em conta o contexto histórico e a sua situação familiar tão desiguais. E essa sensação do impossível, essa dificuldade, é o tempero que o romance precisa, para transformá-lo em algo real.

Esse personagem tem alguma relação com o cidadão Renato?

Alguma. No meu caso, lembro-me de um primeiro amor, em que fiz trezentas mil coisas para estar com ela e na altura em que tive de me afastar porque mudei de cidade, acabamos por nos separar. E essa pessoa, passados onze anos, ainda continua a ter um grande carinho por mim. Mas no caso do Renato e da Alice, o afastamento não é bem resolvido por nenhum dos dois – eles não o escolheram e não colocaram um ponto final na história.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

 

Comentários

comentários