Os Palancas Negras começaram a preparar, no Estádio 11 de Novembro, em Luanda, o jogo da segunda mão com a Swazilândia, no dia 05 de Julho próximo, a contar para as eliminatórias de apuramento à fase final do CHAN, no Rwanda em 2016.

Na primeira mão a Selecção Nacional empatou a duas bolas, numa partida em que os comandados de Romeu Filemon deixaram fugir a vitória na ponta final do desafio.

Em Luanda, os Palancas Negras são obrigados a marcar e a não sofrer golos, pois o adversário mostrou em casa que não é uma equipa que venda barato a derrota.

Deste modo, o técnico admitiu que a equipa não esteve muito bem no primeiro jogo, estando por isso a trabalhar para corrigir os erros cometidos em solo swazi.

Com a saída do médio Gilberto, segundo Romeu Filemon, o meio campo não conseguiu segurar o jogo de Angola, facto que terá ditado o inesperado empate em Mbabane.

Naquele sector, os atletas não se entendiam e o adversário aproveitou o erro dos Palancas Negras.

Deste modo, o vencedor desta eliminatória poderá defrontar a África do Sul ou as Ilhas Maurícias, em Outubro próximo. O CHAN, Torneio disputado por atletas que jogam no continente africano, conta nesta eliminatória com a participação de 42 selecções, sendo que 15 se juntarão ao Rwanda no próximo ano.

A primeira edição foi disputada em 2009, na Costa do Marfim. Nesse ano, a República Democrática do Congo (RDC) foi a campeã. Na segunda edição, em 2011, foi a vez da Tunísia. Na final, Angola perdeu por 3-0, em Cartum, Sudão.

A última edição foi disputada na África do Sul. A Líbia é o detentor do troféu, tendo batido na final a Tunísia.

Comentários

comentários