Diariamente, mais de sete casos de malnutrição grave são internados na pediatria David Bernardino.

Nos últimos dias, a pediatria de Luanda tem vindo a registar um aumento de casos de malnutrição grave, segundo revelou ontem a OPAIS, a directora daquela unidade sanitária, Victoria do Espírito Santo. Segundo a responsável, as principais vítimas têm sido as crianças dos seis meses a um ano de idade que, na maior parte da vezes, dão entrada no hospital em estado grave.

Face a complicações e a gravidade dos casos, aquela instituição de saúde pública tem vindo a internar, diariamente, mais de sete crianças que apresentam um quadro nutricional muito abaixo da média por causa da carência alimentar a que muitos menores estão votados.

De acordo com Victoria do Espírito Santo, algumas famílias procuram por ajuda médica já num período muito tardio da doenças, o que faz com que alguns casos terminem em óbito. “Muitas famílias não têm dinheiro para alimentar condignamente os seus membros.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

 

Comentários

comentários