Questões ligadas à cooperação bilateral e à situação política, de segurança e paz na República Democrática do Congo (RDC) estiveram ontem em análise durante uma audiência concedida pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, ao vice-primeiro-ministro daquele país africano, Leonard Okitundu.

No encontro, o enviado especial do Presidente Joseph Kabila transmitiu ao estadista angolano o ponto de situação na RDC e considerou “importantes” as consultas frequentes entre os dois Estados, para troca de informações sobre a cooperação e a Região dos Grandes Lagos.

Em declarações à imprensa, à saída do encontro, o também ministro dos Negócios Estrangeiros da RDC informou que “o problema mais escaldante” no seu país tem a ver com o diálogo entre o Governo, a Oposição e a sociedade civil ocorrido a 31 de Dezembro.

Este diálogo, precisou, concluiu que deveria haver um período de transição gerido de forma conjunta e concordou-se que o Conselho Nacional de Acompanhamento pudesse designar um primeiro-ministro para, conjuntamente com o Presidente cessante Joseph Kabila, trabalhar na fase de transição até às novas eleições.

Mais informação encontre no jornal impresso já nas bancas!

 

Comentários

comentários