Na cerimónia que assinala os 60 anos da Confederação Africana de Futebol (CAF), o angolano e presidente do Recreativo do Libolo do Cuanza -Sul, Rui Campos, foi eleito membro do Comité Executivo.

O dirigente da formação afecta a vila de Calulo conseguiu vinte e cinco votos, ocupando assim a segunda vaga para a África Austral no órgão que rege o futebol no continente. Mesmo havendo algumas reticências, o dirigente desportivo angolano contou com o apoio de outros filiados da CAF, pois acreditaram na mudança de paradigmas do futebol africano.

Deste modo, três candidatos concorreram a vaga, mas somente Rui Campos e o sulafricano Dennis Jordan conseguiram entrar no Comité Executivo da Confederação Africana de Futebol. O sul-africano, para a região Austral do continente, foi o mais votado. Dennis Jordan bateu o dirigente angolano.

Este conseguiu, no acto eleitoral, vinte e oito votos. No certame, o presidente da Federação Angolana de Futebol (FAF), Artur Almeida, representa o país na conferência do órgão que rege o desporto rei no continente africano.

Comentários

comentários