O Comando Geral da Policia Nacional apresenta hoje o balanço geral da criminalidade registada durante a Quadra Festiva. Enquanto isso, o balanço preliminar ontem apresentado indica para a redução dos números em algumas províncias comparativamente e igual período anterior.

Os dados que constam nas estatísticas da situação de segurança pública em Angola no último dia de 2016 foram apresentados em conferência de imprensa pelo director do Gabinete de Imprensa do Comando Geral da Polícia Nacional, Orlando Bernardo. Nas últimas horas de 2016 registaram- se ainda 17 ocorrências com intervenção dos bombeiros, as quais provocaram quatro mortos, bem como uma descarga elétrica que vitimou um cidadão na província do Cunene.

A Polícia deteve 67 pessoas no Sábado, tendo registado no mesmo período 94 crimes. A capital angolana, segundo os dados apresentados, registou os maiores níveis de criminalidade, num total de 32, mais 21 em comparação com o ano de 2015, seguida da província do Moxico, com oito crimes, e da Huíla e do Cunene, com sete crimes diversos cada. Na província angolana do Zaire, ainda de acordo com Orlando Bernardo, “foram apreendidos 1.825 litros de gasolina” numa tentativa de contrabando para a República Democrática do Congo. O Posto de Comando Principal de Asseguramento da Quadra Festiva em Angola procedeu ainda à apreensão de 11 armas de fogo e 39 plantas de liamba, entre outros meios envolvidos em práticas criminosas.

No domínio do trânsito, a Polícia angolana aplicou na ultima noite de 2016, 134 multas por infracções diversas ao código de estrada e apreendeu 43 viaturas, 197 motociclos, 70 cartas de condução, 43 livretes, nove títulos de propriedade e 23 guias. “Foram detidos 84 cidadãos suspeitos, sendo 67 por prática de crimes neste período e 17 por sequências investigativas”, precisou Orlando Bernardo. Já na província da Huila, a Polícia Nacional regista cinco acidentes de viação na passagem de ano.

O Comando provincial registou ainda durante a passagem de ano, cinco acidentes de viação e um ferroviário que provocaram uma morte e três feridos, informou no Lubango o porta-voz da corporação, superintendente Carlos Alberto. O responsável observou ter havido diminuição de uma morte, dois acidentes de viação e cinco feridos. Na província do Namibe a Polícia registou 10 crimes de natureza diversa durante a passagem do ano novo, informou o porta-voz da corporação, o inspector Ernesto Calianguila. O porta-voz frisou que, comparativamente ao igual período anterior, verificou-se uma redução de dois crimes.

Comentários

comentários