Há dias escrevi aqui sobre as receitas milagrosas que nos chegam via Internet. Todas elas desvendando segredos que as farmacêuticas (que nem sempre são são flores que se cheirem) guardam para ganharem dinheiro com o tratamento e não com a cura das doenças.

A coisa está, pelos vistos, a ganhar forma e daqui a pouco não sei se será possível controlar. Os riscos de intoxicação são grandes, já que as ditas receitas contra o cancro podem ser usadas sem se conhecer o historial clínico da pessoa, alergias, intolerâncias, etc… Mas há mais. Nesta Quarta-feira ouvi, no fim da manhã, numa rádio de Luanda, um programa com a presença de um “Doutor”. Foi isso mesmo, devem tê-lo apresentado no início e nunca mais disseram o seu nome. Era apenas o “Doutor” naturopata.

Até ao fim. O homem lá foi dando as suas receitas para uma vida saudável. Aliás, este tipo de médicos está na moda, como alguns pastores evangélicos. Falam, falam, falam e curam pouco. Mas estão em tudo o que é rádio. Eu quero mesmo saber sobre o senhor “Doutor” que ouvi ontem. Sobretudo porque ele disse que temperança significa tudo o que é prejudicial. E o apresentador do programa concordou. Continuo a dizer que vão matar pessoas.

Comentários

comentários