Um atentado suicida do Boko Haram, perpretado nos subúrbios de Fotokol, em Nigue, cidade da República dos Camarões que faz fronteira com a Nigéria, matou pelo menos dez pessoas e feriu várias outras.

“As informações iniciais dão conta de dez mortos, incluindo os suicidas, e cerca de uma dezena de feridos”, disse um comandante do Exército de Camarões à agência Reuters.

O Boko Haram, que pretende criar um Estado islâmico, ou um ‘califado’ na expressão dos terroristas, no Norte da Nigéria, vem realizando ataques nos Camarões, Chade, Níger e Nigéria, convertendo as zonas limítrofes do lago Chade num palco de guerra.

O Boko Haram actuava a partir do Norte dos Camarões, uma região marcada pela pobreza, como base logística, até ser expulso por forças governamentais.

Registe-se que os Camarões integram uma força militar regional liderada pela Nigéria, constituída para combater os terroristas e que deverá começar a operar até ao final deste ano. (notícia em desenvolvimento)

Comentários

comentários