100 escritores africanos “erguem punhos” solidários com protestos

100 escritores africanos “erguem punhos” solidários com protestos

Numa carta aberta, ontem divulgada, 106 escritores africanos condenam “os assassinatos” de vários cidadãos negros nos Estados Unidos, entre os quais George Floyd, um afro-americano de 46 anos, que morreu a 25 de Maio em Minneapolis (no estado do Minnesota), depois de . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta