A Lei sobre o Direito de Asilo e Estatuto de Refugiado em Angola, aprovada em 2015, instituiu a criação de um Conselho Nacional de Refugiados com missão de verificar as condições para a atribuição desse estatuto

A Lei sobre o Direito de Asilo e Estatuto de Refugiado em Angola, aprovada em 2015, instituiu a criação de um Conselho Nacional de Refugiados com missão de verificar as condições para a atribuição desse estatuto

O Conselho Nacional de Refugiados (CNR) analisou, na manhã desta Terça-feira, 21, em Luanda, “dossiers” inerentes a cláusulas de cessação do estatuto de refugiados das comunidades ruandesa, serra-leonesa e liberiana.


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta