AGT flexibiliza desembaraço de mercadorias

AGT flexibiliza desembaraço de mercadorias

A falta de determinados documentos obrigatórios no processo de desalfandegamento não deve ser motivo para impedir o desembaraço de medicamentos e equipamentos hospitalares e produtos alimentares. A decisão é da Administração Geral Tributaria (AGT) e consta do seu mais recente comunicado . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta