Antigo patrão da Renault-Nissan fugiu do Japão para “escapar à injustiça e perseguição política”

Antigo patrão da Renault-Nissan fugiu do Japão para “escapar à injustiça e perseguição política”

O antigo líder da Renault-Nissan-Mitsubishi, Carlos Ghosn, que aguardava julgamento no Japão por crimes financeiros, fugiu para o Líbano: aterrou no país no Domingo a bordo de um avião privado. A informação foi confirmada pelo próprio Carlos Ghosn, num comunicado emitido . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta