Até 2030 30% das mulheres em África devem possuir os direitos de propriedades rurais

O economista chefe da FAO, Maxima Torero referiu que existem problemas relacionados com a questão da propriedade, uso da degradação de terra, acesso a água e biodiversidade. Por outro lado, há disparidade de género no acesso às tecnologias de informação e comunicação. “Em 2016, apenas . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta