Atentados no Sri Lanka fizeram já 300 mortos e cerca de 500 feridos.

Atentados no Sri Lanka fizeram já 300 mortos e cerca de 500 feridos.

Os ataques ainda não foram reivindicados, mas as autoridades suspeitam estarem relacionados a ações suicidas de grupos extremistas. Foram feitas 24 detenções, mas nenhuma acusação foi formalizada.

O primeiro-ministro cingalês, Ranil Wicramasinghe, alertou para as manifestações terroristas, afirmando estar preparado "para tomar todas . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta