Ausência de generais dita adiamento do julgamento

Ausência de generais dita adiamento do julgamento

A sessão de julgamento do caso Lussati, marcada para ontem, 20, no Centro de Conferências de Talatona (CCTA), em Luanda, foi suspensa por conta da ausência das testemunhas requisitadas pelo tribunal. Os oficiais superiores e generais, que deviam prestar esclarecimentos em julgamento, não se fizeram . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta