Brasil condena confrontos na fronteira e chama Maduro de “ditador”

Brasil condena confrontos na fronteira e chama Maduro de “ditador”

“O governo do Brasil expressa a sua condenação mais veemente aos actos de violência perpetrados pelo regime ilegítimo do ditador Nicolás Maduro, no dia 23 de Fevereiro, nas fronteiras da Venezuela com o Brasil e com a Colômbia, que causaram . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta