Burla Tailandesa: Celeste de Brito nega que tailandês pretendiam pedir dinheiro ao Estado

Burla Tailandesa: Celeste de Brito nega que tailandês pretendiam pedir dinheiro ao Estado

A empresária e pastora angolana celeste de Brito refutou ontem, no Tribunal Supremo, a acusação segundo a qual os seus sócios tailandeses, liderados pelo alegado bilionário tailandês raveeroj rithchoteanan, pretendiam pedir dinheiro ao estado angolano. declarou que a delegação tailandesa vinha investir em projectos . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta