Cidadão dado como inocente depois de 14 anos preso

Cidadão dado como inocente depois de 14 anos preso

Daniel Augusto entrou na cadeia com 17 anos e saiu com 31, depois de ser considerado inocente. Esta é a história de mais um cidadão angolano que, por um erro na Justiça, foi condenado por um crime que não cometeu.

João Katombela, na Huíla . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta