Cidadãos em extrema pobreza obrigados a pagar para beneficiarem de serviços públicos

Cidadãos em extrema pobreza obrigados a pagar para beneficiarem de serviços públicos

O resultado aponta que a maioria dos angolanos em situação de pobreza extrema, privados dos direitos sociais de cidadania, enfrentam mais dificuldades, comparativamente aos outros sem pobreza, para terem acesso aos serviços como assistência médica e medicamentosa, policial, fornecimento de energia . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta