Cineastas angolanos sentem-se ‘abandonados’ à própria sorte por falta de apoios para as suas produções

Cineastas angolanos sentem-se ‘abandonados’ à própria sorte por falta de apoios para as suas produções

Por falta de incentivos para cedência de apoios financeiros no país, que resultaria na realização das suas produções cinematográficas, os cineastas angolanos sentem-se abandonados à própria sorte. Apesar da existência da Lei do Mecenato, que serviria para incentivar as instituições p . . .


Registe-se como Assinante ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta