Condolências: Ministro da Cultura lamenta a morte do escritor brasileiro Alberto da Costa e Silva

Condolências: Ministro da Cultura lamenta a morte do escritor brasileiro Alberto da Costa e Silva

O ministro da Cultura e Turismo, Filipe Zau, lamentou, ontem, através de uma nota de condolências, a morte do escritor, ensaísta, académico e historiador brasileiro, Alberto da Costa e Silva, ocorrido no último Domingo, 26, no Rio de Janeiro.

Na nota, endereçada à família enlutada, Filipe Zau manifestou os seus mais profundos sentimentos de pesar, considerando o passamento físico do historiador brasileiro, de 92 anos de idade, uma “perda irreparável”.

Para o governante e também artista, nesta hora difícil para a família do malogrado, bem como para os académicos e demais intelectuais brasileiros, o ministro da Cultura e Turismo, Filipe Silvino de Pina Zau, em nome dos seus responsáveis e funcionários, endereça a todos as suas condolências por esta irreparável perda”, lê-se no documen- to a que OPAÍS teve acesso.

Alberto da Costa e Silva faleceu na sua residência, no Rio de Janeiro, por causas naturais, de acordo com o comunicado oficial da família, avançado pela imprensa brasileira.