Músicas clássicas internacionais encerram temporada do “Concerto de Cordas” no MAAN

Músicas clássicas internacionais encerram temporada do “Concerto de Cordas” no MAAN

Os clássicos internacionais de Johann Bach e Antonio Vivaldi, interpretados pela orquestra clássica “Yetu”, vão encerrar, no Sábado, 02 de Dezembro, o evento musical “ Concerto de Cordas”, a partir das 19 horas, no Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda

Com a direcção artística do professor e violinista Frank Abreu, o evento é o último da época anual de concertos clássicos, onde o projecto fará a interpretação das sonoridades internacionais, do “eterno” músico e compositor alemão, Johann Sebastian Bach, com apresentações de violino em “ré menor”.

A directora do projecto, Teresa Van-Dúnem, em conversa com OPAÍS explicou que, para encerrar esta temporada de 2023, a orquestra vai apresentar um concerto de canto lírico, constituído por jovens angolanos, como forma de dar voz a estas interpretações da música erudita.

“A orquestra introduziu a apresentação de canto lírico, feita através da criação de um coral de cantos para a interpretação de música erudita. E neste concerto se apresentará, igualmente, o canto lírico, como nas outras temporadas”, começou por explicar.

A fundadora do evento adiantou que, os concertos servem igualmente de resumo dos estudos regulares que são feitos na orquestra ao longo dos anos, no qual a referida apresentação servirá para mais uma “exibição do trabalho e do talento dos músicos” que pretendem levar o público a mais uma experiência.

Este projecto é marcado pela dedicação no “estudo da música erudita, principalmente na composição musical do período “barroco”.

Realizado durante quatro anos, o evento tem como objectivo cultivar a apreciação por este estilo de música clássica, a partir de um encontro com a música erudita.

As várias acções ocorrem através de concertos públicos e harmoniosos, ligados a um período inspirado na música ocidental relacionada à época cultural homónima com o surgimento da ópera na Europa.

Quanto aos projectos para a próxima edição, Teresa referiu que o programa para a próxima temporada prevê promover a colaboração entre os artistas.

De igual modo, focar na realização de concertos que permitam a apresentação de mais talentos nas diferentes áreas da música, como a introdução de outros instrumentos de cordas que possam contemplar a orquestra.