Cunene sem água potável por falta de reagentes

O presidente do Conselho de Administração da Empresa de Água e Saneamento do Cunene, Domingos Agostinho, esclareceu, em entrevista à Angop, haver atraso na chegada dos produtos químicos a partir de Luanda. Fez saber que nos últimos 15 dias a empresa aumentou o tempo de abastecimento à população, afectando . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta