Delegações no estrangeiro causavam prejuízos na TAAG , afirma provedora de Justiça

Delegações no estrangeiro causavam prejuízos na TAAG , afirma provedora de Justiça

O Conselho de Administração da TAAG diz que o número de trabalhadores expatriados na companhia representa apenas 0,3% contra 99,7 de nacionais, descartando a existência de despedimentos de angolanos em benefício dos estrangeiros

A provedora de Justiça, Floribela Araújo, disse . . .


Registe-se ou inicie sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta