1º de Agosto vence em Cabinda e fica a uma vitória da Liga dos Campeões

1º de Agosto vence em Cabinda e fica a uma vitória da Liga dos Campeões

Depois de vencer, por uma bola sem resposta, o Sporting de Cabinda, no Estádio do Tafe, a equipa militar mantém-se na terceira posição com 58 pontos e fica a uma vitória de garantir o apuramento para as eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões 2022/2023

O 1º de Agosto deslocou-se ontem à província de Cabinda e venceu, por 1-0, o Sporting, no Estádio do Tafe, em jogo referente à 29ª jornada do Girabola 2021/2022.

Com esta vitória, a equipa militar reforçou a terceira posição, agora, com 58 pontos, pontuação que deixa o emblema das Forças Armadas Angolanas a uma vitória de conseguir o apuramento para a próxima edição das eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos.

Para conseguir este feito, os comandados de Srdjan Vasiljevic são obrigados a vergar, na Quinta- feira, no Estádio 11 de Novembro, o segundo colocado, Sagrada Esperança da Lunda-Norte, que soma 60 pontos, mais dois que a formação do RI-20.

Por sua vez, os leões do Norte, com este desaire caseiro permanecem na modesta 12ª posição com 32 pontos, mas com a manutenção assegurada para a próxima edição da maior prova do calendário da Federação Angolana de Futebol.

Ontem, o 1º de Agosto foi a equipa que mais procurou a vitória no “tapete” do Estádio do Tafe, fruto do maior volume de jogo chegou ao golo por intermédio de Pepe, aos 35 minutos.

Depois de ter sofrido, os donos de casa ainda tentaram chegar à igualdade, mas os avançados não conseguiram concretizar as oportunidades em golo.

Em Luanda, o Interclube goleou, por 4-0, o Sporting de Benguela no Estádio 22 de Junho; esta equipa é última classificada.

Na cidade portuária do Lobito, a equipa da Académica e o Cuando FC empataram a duas bolas. Na Vila de Calulo, o Recreativo Libolo do Cuanza-Sul perdeu, por 0-2, diante do Petro Luanda, campeão antecipado do Girabola 2021/2022.

Nos Coqueiros, na baixa de Luanda, o Progresso do Sambizanga e o Desportivo da Lunda-Sul empataram a uma bola. No Moxico, o Bravos do Maqui e Desportivo da Huíla realizaram uma verdadeira festa do desporto-rei, ao empatarem a três golos.