Petro de Luanda pode sagrar-se campeão antecipado nesta Quarta-feira

Petro de Luanda pode sagrar-se campeão antecipado nesta Quarta-feira

Depois de terem sido afastados pelo Wydad Casablanca de Marrocos, nas meias-finais da Liga dos Campeões Africanos, os tricolores viram agora as atenções para o desafio de Quarta-feira, 18, com o Sagrada Esperança da Lunda-Norte, pontuável para o acerto da 26.ª jornada do Girabola 2021/2022

O Petro de Luanda, clube fundado em 1980, realiza, amanhã, a última sessão de treino, no campo do Catetão, na capital do país, a partir das 08:30, tendo em vista o encontro de Quarta-feira, diante do Sagrada Esperança da Lunda- Norte, a contar para o acerto de calendário referente à 26ª jornada da 44.ª edição do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão, “Girabola 2021/2022”.

Recorde-se que esta partida não se disputou na data inicialmente marcada pela Federação Angolana de Futebol (FAF), devido ao envolvimento de ambas as formações na fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos, prova em que os petrolíferos quedaram-se pelas meias-finais, fruto do desaire diante do Wydad Casablanca de Marrocos, por quatro bolas a duas, no cômputo das duas mãos.

Em caso de vitória diante do conjunto do Dundo, o emblema tricolor (primeiro com 65 pontos), que tem três jogos a menos, vai sagrar- se campeão antecipado da prova rainha do futebol angolano, visto que ficará com uma vantagem de nove pontos sobre o segundo classificado, o Sagrada Esperança (59). Tal situação definirá a questão do título. Mesmo que o embaixador da cidade do Dundo vença os dois jogos em atraso não alcançará o Petro de Luanda na liderança.

De realçar que a última conquista dos petrolíferos aconteceu em 2009. Por forma a celebrar o título de forma antecipada, o treinador português, Alexandre Santos, vai trabalhar, em primeiro lugar, na sessão de hoje, a componente anímica dos jogadores, para depois dar ênfase aos aspectos que têm a ver com a transição ofensiva, agressividade na pressão sobre o portador da bola, organização nas saídas e circulação do esférico.

Antevê-se um desafio equilibrado do início até aos instantes finais da partida, a julgar pelo grande momento de forma que as duas equipas têm vindo a atravessar. Em virtude disso, tudo indica que o encontro será decidido nos pormenores. Na primeira volta, os diamantíferos venceram, por duas bolas a uma.