Sérgio Traguil promete processar Desportivo da Lunda-Sul

Sérgio Traguil promete processar Desportivo da Lunda-Sul

O técnico português Sérgio Traguil prometeu, ontem, a este jornal, processar a direcção do Desportivo da Lunda-Sul, caso não cumpra com o pagamento de salários em atraso e prémios de jogo. De acordo com o treinador, de 40 anos, a dívida está avaliada em mais de três milhões de kwanzas

O antigo treinador do Kabuscorp do Palanca, Sérgio Traguil, revelou, ontem, em declarações ao jornal OPAÍS que deixou o comando técnico do Desportivo da Lunda-Sul. Conforme o treinador, de 40 anos, salários em atraso, bem como falta de prémios de jogo estiveram na base da quebra do vínculo contratual. Sérgio Traguil fez questão de sublinhar que a direcção do clube da Lunda-Sul tem uma dívida avaliada em mais de três milhões de kwanzas.

Neste sentido, o treinador português espera que os dirigentes daquela formação honrem os seus compromissos. Se tal não acontecer, Sérgio Traguil garantiu mesmo que tudo irá fazer para levar o caso à justiça. “Espero que eles paguem a dívida que está avaliada em mais de três milhões de kwanzas. Convém salientar que salários em atraso e falta de prémios forçaram a minha saída. Se não pagarem, prometo levar o caso à justiça.

Não houve seriedade por parte da direcção”, assegurou o treinador que já teve passagens pelo Santa Rita de Cássia do Uíge e Kabuscorp do Palanca. Sabe este jornal que Agostinho Tramagal é o novo treinador do clube da Lunda-Sul, depois de trabalhar na edição 2020/2021 no Ferrovia do Huambo. Recorde-se que foi Sérgio Traguil quem colocou o Desportivo da Lunda-Sul na primeira divisão do Campeonato Nacional, “Girabola 2021/2022”, depois de dois anos de ausência.

Na senda deste assunto, este jornal tentou contactar a direcção da formação da Lunda-Sul, mas não teve sucesso. De acordo com a Federação Angolana de Futebol (FAF), a maior festa do desporto-rei em Angola arranca no mês de Outubro do corrente ano. O Sagrada Esperança da LundaNorte, sob o comando de Roque Sapiri, é o campeão em título, batendo na última jornada o Petro de Luanda, por uma bola sem resposta, com golo solitário de Luís Taty.