Dirigente do OPSA prevê eleições renhidas em 2022

Dirigente do OPSA prevê eleições renhidas em 2022

Para o coordenador do Observatório Político e Social de Angola (OPSA) as eleições gerais do próximo ano serão as mais disputadas em três décadas de democracia, com desafios complexos perante uma sociedade mais madura e exigente

A consolidação do processo . . .


Registe-se como Assinante ou inicie a sua sessão para continuar a ler este artigo.
Entrar - Criar Conta