BCI desactiva mais de mil TPAs com localização incerta e falta de fechos

BCI desactiva mais de mil TPAs com localização incerta e falta de fechos

O activo total do BCI saltou de 719 mil milhões Kz em Dezembro de 2022 para os 781 mil milhões de kwanzas em Junho do ano em curso. Entretanto, diminui a rede comercial

O Banco de Comércio e Indústria (BCI) desactivou 1.123 terminais de pagamento automático (TPAs) de clientes por si registados de Dezembro de 2022 a Junho de 2023. Até o primeiro semestre do corrente ano o BCI tinha registado 1.623 TPAs, abaixo dos 2.746 registados em Dezembro de 2022, como mostram os dados do relatório do primeiro semestre desta instituição financeira, o que aponta para uma queda de 41%.

Em declarações ao OPAÍS, fonte ligada ao banco explicou que esta redução acontece por serem muitos os casos de TPAs em lcalização incerta, bem como por conta do elevado número de falhas nos fechos de conta. Assim, o banco optou pelo cancelamento destas máquinas, de modos a obrigar os proprietários a regularizarem a situação.

Por outro lado, os dados do relatório semestral do BCI indica um aumento de 25 mil milhões de kwanzas nas imparidades ligadas ao crédito a clientes, saltando dos pouco mais de 50 mil milhões de kwanzas em Dezembro de 2022, para os 75,6 mil milhões de kwanzas em Junho de 2023.

Questionada sobre isso, a fonte ligada a gestão do banco explicou que se trata de uma estratégia do banco, pois é melhor definir como imparidade e trabalhar para ver se se consegue recuperar e, em caso de sucesso, melhorar a performance do banco, do que virar para o lado e fingir que na- da se passa. A fonte foi mais além e disse que a experiência do banco leva a que não se tenha ilusões e que se opte sempre por jogar no seguro.

Resultado Líquido de 22% Entretanto, o resultado líquido (RL) aumentou na ordem dos 220%, comparativamente a Dezembro do ano passado, posicionando-se nos 20 mil milhões de kwanzas em Junho de 2023, o que torna o Banco de Comércio e Indústria mais eficiente, comparativamente aos tempos passados.

Além do aumento do RL, há outros aspecos a destacar como positivas, como é o caso do número de clientes que aumentou mais de 129 mil em seis meses, saltando dos 737 mil e 645 registados em Dezembro de 2022, para os 866 mil e 885 em Junho de 2023. Outra boa nova para os clientes e para o sistema financeiro em geral, e que indicia uma gestão positiva, é o aumento de mais de 100% da margem financeira. Saltou de 4 mil milhões para os 8,4 mil milhões.

Os ventos apontam para o aumento de mais de 100% da margem financeira, tendo saltado de 4 mil milhões para os 8,4 mil milhões no período em referência. Acresce-se a isso que o custo com a operação, ou o que se gasta para manter o banco a funcionar, caiu 9 mil milhões de kwanzas, o que representa uma redução de 49% no comparativo com semestre anterior. Já o activo total saltou de 719 mil milhões Kz em Dezembro, para os 781 mil milhões de kwanzas em Junho do ano em curso. Situação idêntica a dos fundos próprios, que em Dezembro estavam fixados nos 36 milhões de kwanzas, mas em Junho já rondavam os 42 milhões de kwanzas, crescendo, como revela o documento, 19%.

89 funcionários

No período em referência, o número de balcões deste banco caiu de 63, que se registava em Dezembro de 2022, para as 53 em Junho de 2023, bem como reduziu em 89 a quantidade de colaboradores num intervalo de seis meses. Em Dezembro de 2022, o BCI empregava 539 funcionários, mas em Junho de 2023, o número caiu para 450 empregados, segundo os dados do relatório. Os dados do Banco BCI referem que há, na sua lista de colaboradores, mais mulheres que homens. Dos 450 funcionários, 51% são mulheres e 49% são homens.

POR: Ladislau Francisco