BNA disponibiliza mais de 1 bilião de kwanzas em projectos de créditos

BNA disponibiliza mais de 1 bilião de kwanzas em projectos de créditos

Mais de 1 bilião de kwanzas é o valor já disponibilizado pelo Banco Nacional de Angola (BNA) em projectos de créditos contratualizados pela banca comercial

Ao discursar ontem, na abertura do XII Fórum Economia e Finanças, o governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Manuel Tiago Dias, disse que o valor acima referido corresponde a 16,36% da carteira global do crédito bancário e 78% da carteira de crédito alocada para o sector real da economia, com realce para a indústria transformadora, agricultura, produção animal, caça, floresta e pescas.

Sinalizou que o valor decorre do Aviso n.º 10 /23 de 6 de Abril, que tem um impacto significativo no crédito à economia, desde a sua implementação até Outubro do corrente ano. No âmbito dos diversos avisos publicados pelo BNA, apontou que se tem procurado apoiar os diferentes programas impulsionadores da diversificação da economia, mediante directrizes e políticas financeiras que afectam a disponibilidade de créditos e investimentos em vários sectores económicos.

Manuel Tiago Dias realçou ainda que os dados disponíveis, até à data, indicam que, desde a criação dos avisos do BNA, mais de 46 mil postos de trabalhos surgiram e, em termos de abrangência das actividades financiadas, já foram alocadas em 17 províncias, com vista a contribuir “para a realização do sonho da casa própria e dinamizar o sector imobiliário”.

Relativamente ao XII Fórum de Economia e Finanças, o presidente da Associação Angolana de Bancos (ABANC), Mário do Nascimento, afirmou que o evento representa um marco significativo no compromisso de impulsionar discussões fundamentais sobre a diversificação da económica e mercados financeiros. O evento, que teve como lema “Diversificação económica e mercados financeiros” e promovido pela ABANC, abordou a urgência da diversificação económica em Angola, crucial para o crescimento sustentável e a redução da dependência do petróleo.