Cabinda Gulf forma especialistas para trabalharem no sector de petróleo e gás

Cabinda Gulf forma especialistas para trabalharem no sector de petróleo e gás

36 jovens estagiários terminaram com aproveitamento a formação em operações e manutenção promovida pelo Centro de Formação Mwanza adstrito à Cabinda Gulf Oil Company Limited (CABGOC), subsidiária da Chevron

Os alunos ora graduados em operações e manutenção fazem parte da segunda turma de promoção do Centro Mwanza, tendo completado com sucesso uma formação para operadores, mecânicos, técnicos de instrumentação e electricistas, para que possam desempenhar funções na indústria de petróleo e gás.

O programa de estágio iniciou em Março de 2023 e terminou em Fevereiro de 2024, e abordou tópicos como a segurança e protecção no local de trabalho, liderança, inglês e formação profissional para operar equipamento e tecnologia específicas do sector de petróleo e gás.

O objectivo do programa de formação de estagiários é treinar cidadãos angolanos com melhor qualificação para apoiar e sustentar as operações, actuais e futuras em Angola.

O Mwanza Center é o centro de formação da CABGOC, criado em 1983, em Malongo, para preparar a força de trabalho de operações e manutenção no sector de petróleo e gás, e garantir que os trabalhadores das áreas de Operações e Manutenção possuam o conhecimento e as habilidades necessárias para oferecer um desempenho de excelência no domínio das operações.

Os programas de formação abrangem as áreas de produção, electricidade, mecânica, sistemas de controlo de operações, saúde, segurança e meio ambiente.

Na cerimónia de graduação, o director-Geral da Unidade de Negócios Estratégicos na África Austral da Chevron, Billy Lacobie, mostrou-se entusiasmado por ver 36 estagiários formados no programa.

“Esta conquista é um exemplo da nossa estratégia para desenvolver o talento angolano a fim de responder aos desafios actuais e futuros do país,” disse Billy Lacobie.

Como parceiro de Angola a longo prazo, Billy Lacobie garante que a Chevron continuará comprometida em explorar diferentes oportunidades para contribuir na promoção do conteúdo local e para a criação de emprego a partir de diferentes projectos e iniciativas.

“Estamos muito felizes em continuar a nossa parceria com os governos central e de Cabinda, construindo o legado naquilo que são 70 anos de operação em Angola”, sublinhou Billy Lacobie, manifestando-se “muito orgulhoso” com os feitos da Chevron em Angola e comprometendo-se em continuar a aplicar “a nossa capacidade de alto nível nos domínios da tecnologia e capacidade humana que nos permita continuar a apoiar e fornecer energia acessível e cada vez mais limpa que impulsiona o mundo para o seu futuro e o apoio ao desenvolvimento humano.”

Protocolo com as escolas politécnicas

No quadro da parceria existente entre o Governo da província de Cabinda e a Chevron, a secretária provincial do MAPTESS, Isabel Buca Vicente, solicitou os préstimos da Chevron no sentido de criar um protocolo com as escolas politécnicas sedeadas na província de Cabinda, para absorverem talentos locais consideráveis para o referido centro de formação e, posteriormente, se tornarem mão-de-obra qualificada com experiência para trabalharem no sector, visto que quase todas empresas recusam-se em receber candidatos à procura do primeiro emprego por falta de experiência de trabalho.

“Aproveitamos pedir à direcção da Chevron que procure formas de interagir com as empresas prestadoras de serviços e fornecedoras de mão-de-obra no sentido de absorverem também, mesmo que forem em números reduzidos, candidatos com pouca experiência, visto serem maioritariamente jovens, pois é nessa camada onde o desemprego se faz sentir cada vez mais.”

Isabel Vicente, que falava no acto em representação da governadora Mara Quiosa, desejou aos estagiários disciplina, espírito de sacrifício e muita força pelos desafios que advierem, pois “estão em vantagem uma vez que acabam de sair de um estágio e prontamente irão trabalhar com o salário garantido, o que todo o homem almeja.”

Refira-se que a Chevron é uma das principais empresas de energia integradas do mundo.

A empresa produz petróleo bruto e gás natural e fabrica combustíveis para meios de transporte, lubrificantes, petroquímicos e aditivos, bem como desenvolve tecnologias que potenciam o seu negócio e a indústria.

Para promovermos um futuro de baixo carbono, a Chevron está focada em reduzir a intensidade de carbono de forma eficiente, aumentar as energias renováveis em apoio ao negócio, e investir em tecnologias de baixo carbono que permitam soluções comerciais.

 

Por: Alberto Coelho, em Cabinda