Investimento estrangeiro caiu mais de 267 milhões USD do primeiro para o segundo trimestre

Investimento estrangeiro caiu mais de 267 milhões USD do primeiro para o segundo trimestre

Investimento directo estrangeiro (IDE) tem contas que demandam preocupação, mas registou aumento de mais de 236 milhões de dólares no comparativo com o mesmo período do ano passado

O investimento directo estrangeiro (IDE) em Angola teve uma queda de 267,8 milhões de dólares do primeiro para o segundo trimestre de 2023, como mostram os dados recentes do Banco Nacional de Angola (BNA). O IDE em Angola posicionou- se nos 1,9 mil milhões de dólares no segundo trimestre, ficando longe dos mais de 2,1 mil milhões de dólares registados no primeiro trimestre do ano em curso.

Por outro lado, percebe-se que estes 1,9 mil milhões são superiores aos pouco mais de 1,8 mil milhões de dólares que entraram na forma de IDE no país, no mesmo período de 2022. Entretanto, no segundo trimestre do ano de 2021, o IDE em Angola foi de 1,6 mil milhões de dólares, 236,6 milhões abaixo dos 1,9 mil milhões registados no mesmo período do ano em curso.

O saldo, que refere a diferença entre o que entra e o que sai de IDE em Angola, posicionou- se 2,1 mil milhões de dólares no segundo trimestre; portanto, acima dos pouco mais de 1,9 mil milhões de dólares, que, como se viu mais acima, se registou na entrada de investimento estrangeiro no país.

Assim, o saldo no segundo trimestre do ano em curso é de -242,3 milhões de dólares, o que demonstra que neste período, saiu mais dinheiro do país que exactamente entrou em investimento. Se recuarmos até 2020, percebe-se que de lá para cá o saldo foi sempre negativo.